FOTÓGRAFA FAZ HOMENAGEM À AVÓ APÓS CÂNCER E ENSAIO VIRALIZA: “VENCEDORA”

A intenção da fotógrafa Natália Alves, de 25 anos, era homenagear a vitória da avó contra o câncer de mama e colaborar com a campanha “Outubro Rosa”, voltada à prevenção da doença. O que a jovem não esperava era que as imagens de Aurora Alves de Oliveira, de 72 anos, moradora de Limeira (SP), publicadas na rede social da neta, comovessem os internautas. Em duas horas, a postagem viralizou na rede, teve 50 mil curtidas e, até esta terça (25), somou 95,8 mil compartilhamentos.
“Ela é a minha aurora, vitoriosa e esbanja saúde”, disse Natália. “Mas o incentivo que a história de minha avó representou a outras pessoas que lutam contra o câncer elevou ainda mais a autoestima dela”, ressaltou a fotógrafa.
avó também aprovou o resultado do ensaio. “Eu me achei bonita nas fotos”, disse. Aurora enfrentou dois cânceres de mama e passou por duas mastectomias, cirurgia de retirada dos seios. A doença apareceu quando ela tinha 33 anos e, depois do primeiro tratamento, com cerca de 100 sessões de radioterapia um segundo tumor foi diagnosticado aos 52.
“Houve um episódio do qual me recordo bem. Logo que realizei a primeira cirurgia, me levantei da cama porque queria lavar os cabelos”, brincou. Comunicativa e alegre, o câncer não foi motivo de desânimo para Aurora.
aurora08

aurora08
“Eu nunca me vi como alguém doente e, por isso, nunca me deixei abater, minha vida sempre foi normal”, orgulhou-se. Na época, os filhos de Aurora eram crianças.
As fotos de dona Aurora foram feitas em um parque de Iracemápolis (SP) no dia 21 de outubro, três dias depois de a idosa ter tido alta de uma internação devido um problema no braço esquerdo. “Aos 34 anos, ela tomou soro, mas na região não havia circulação suficiente, e por conta de um erro clínico, ocorreu um inchaço permanente”, disse a neta.
aurora03
aurora03
Admirada com o alcance das fotos, Natália pensou que a publicação pudesse chegar a 300 curtidas no máximo. “O ensaio foi despretensioso, feito em 20 minutos”, disse. “A ideia era fazer um alerta às pessoas e incentivá-los por meio da história de minha avó, que é uma vitoriosa e hoje esbanja saúde”, explicou.
“Pensei que minha avó não fosse aceitar fazer as fotos de imediato”, lembrou a fotógrafa. Mas para surpresa da neta, Aurora topou na hora. “Confesso que, quando soube da repercussão toda, até levei uma bronca dela porque ela pensou que a visualização das imagens ficaria restrita aos familiares”, contou a jovem.
Fonte: G1