ESPECIAL OLIMPÍADAS: PAI E MÃE DE NADADOR ENFRENTAM CÂNCER





O nadador sul africado, Chad le Clos, conquistou uma medalha de prata na piscina do Rio de Janeiro. Ele que em Londres (2012) venceu o favorito Michael Phelps nos 200m borboleta por 5 importantíssimos centésimos de segundos.
Hoje, essa medalha é muito além de vencer. Ele nada também para tentar dar alegria para a família: seu pai e sua mãe estão em  luta contra o câncer. A senhora Geraldine Le Clos foi diagnosticada recentemente com câncer de mama e passou por mastectomia bilateral, enquanto o senhor Bert recebeu o diagnostico de câncer de próstata.
“É difícil, tem sido difícil. É uma semana muito emotiva, vocês sabem. Quando eu vou para o bloco e ouço meu pai gritar para mim é muito importante. Eu só quero que eles fiquem orgulhosos”, diz Le Clos em entrevista.
O técnico conta: “Ele é um garoto duro, com muita bravura. Agora ele está nadando por outras razões e talvez isso o ajude”.
Mas a expectativa mesmo é quando Phelps e Le Clos se encontrarem nessa terça feira. “Eu estou muito animado para isso. Estou esperando esse reencontro há um tempo. Há um bom tempo”, diz Le Clos.