Pular para o conteúdo principal

Hábitos alimentares para quem quer parar de fumar

Alimentos ricos em betacaroteno ajudam a parar de fumar e a reverter os efeitos dos radicais livres liberados pelo cigarro.© shutterstock Alimentos ricos em betacaroteno ajudam a parar de fumar e a reverter os efeitos dos radicais livres liberados pelo cigarro.
Quem fuma ou já fumou tem consciência da dificuldade associada a largar o vício. E o cigarro vai muito além do vício. Hábitos são criados e estabelece-se uma nova rotina na vida dos fumantes, e isso inclui novos hábitos alimentares.
Pela grande perda em paladar e olfato, os fumantes tendem a abusar de alimentos ricos, entre outras coisas, em sódio, que disfarçam o sabor do cigarro e acentuam o da comida. No entanto, outros alimentos podem reduzir a vontade de fumar, bem como eliminar toxinas e reverter os efeitos do cigarro.
Então dê uma olhada na lista de alimentos e bebidas que te ajudam a se manter firme no propósito de largar o fumo de uma vez por todas.
Leite: O leite ajuda o aspirante a ex-fumante de diversas formas. Entre elas está o fato de que ingerir um copo de leite deixa o sabor do cigarro muito ruim, além de reduzir a sensação de satisfação que fumar causa. Muitas pessoas dão a dica de embeber cigarros no leite e deixá-los secar, tendo uma experiência realmente ruim ao fumar. O leite também tem vitaminas do complexo B, que auxiliam na produção de serotonina, hormônio do bem-estar, reduzindo a irritação e as alterações de humor que parar o fumo causa. Além de tudo isso, substâncias contidas no leite ajudam seu corpo a expelir toxinas provenientes do cigarro.
Os derivados do leite, como queijos e iogurte, possuem os mesmos efeitos do leite quando o assunto é parar de fumar.
Água: O indicado é ingerir pelo menos dois litros de água por dia, mas quem está em processo de largar o cigarro pode exagerar nessa quantidade. Aumentar a produção de urina em seu corpo significa aumentar a quantidade de toxinas eliminadas, entre elas, as do cigarro! Mas, veja bem, a ingestão de água deve ser feita através de água pura ou sucos naturais, nada de refrigerantes e bebidas cafeinadas, que só servirão para aumentar sua vontade por aquele cigarrinho.
Laranja: A laranja, bem como outras frutas cítricas, é rica em vitamina C, um poderosíssimo antioxidante natural. E os antioxidantes são importantes para os fumantes pois o cigarro libera em nosso organismo uma grande quantidade de radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento das células (e, por isso, causadores de câncer). A carência de vitamina C faz com que nosso organismo supra a demanda com substâncias extraídas a partir da nicotina, aumentando mais a degradação do corpo. Portanto, ingerir vitamina C é fundamental para quem fuma e quer largar o vício.
Aveia: O selênio, substância presente na aveia (e em outros grãos integrais, como o arroz), gera um forte antioxidante, comparado à vitamina C. Portanto, ajuda no combate aos radicais livres liberados pelo cigarro. Além disso, a aveia ajuda a prevenir doenças cardíacas e câncer — ambos favorecidos pelo cigarro.
Frutas e verduras: O consumo de frutas e verduras diariamente pode reduzir sua dependência pelo cigarro. Isso acontece porque eles proporcionam a sensação de saciedade e aumentam o tempo entre um cigarro e outro. Eles também promovem o bem-estar, reduzindo consideravelmente as chances de você fumar quando exposto a estresse.
Alimentos ricos em betacaroteno: O betacaroteno de alguns alimentos — cenoura, espinafre, beterraba, tomate etc. — se transformam em vitamina A no organismo, que além de reparar os efeitos dos radicais livres no corpo, ainda protegem os pulmões. Esses alimentos também são antioxidantes e dão uma forcinha para a imunidade.