Coreia do Sul virá para Olimpíadas com uniforme anti-Zika vírus


As roupas foram desenvolvidas com repelentes contra o Aedes aegypti


Zika vírus e as outras doenças do Aedes aegypti estão preocupando diversas comitivas para as Olímpiadas no Rio de Janeiro este ano. Nesta quarta-feira (27) a Coreia do Sul apresentou o uniforme oficial de sua equipe, confeccionado pensando no mosquito: as roupas terão mangas compridas e calças longas, e terão repelente nos tecidos.
Esses uniformes não poderão ser usados nas competições, devido às regras e à preocupação com o desempenho dos esportistas. No entanto os coreanos foram orientados a usá-los nos treinamentos, cerimônia de abertura e no dia a dia na Vila Olímpica. Já durante as competições, foi indicado que os atletas não esqueçam do repelente em spray.
Além disso, no começo de abril, membros do governo coreano e do Comitê Olímpico do país vieram ao Brasil verificar as condições de tratamento para Zika vírus, dengue efebre chikungunya.

Preocupação compartilhada

Os Estados Unidos também estão preocupados com o Zika vírus e o Comitê Olímpico norte-americano está aliado ao Departamento de Saúde do país para garantir que atletas e torcedores estejam cientes sobre o Zika vírus. A orientação é que os americanos que visitarem o Brasil e outros países com circulação da doença usem repelentes, fiquem em locais com ar condicionado e usem mangas compridas.
Além disso, o Comitê Olímpico dos Estados Unidos estuda como implantar medidas para evitar água parada ao redor das sedes olímpicas, para evitar criadouros do Aedes aegypti.

OMS aponta redução nos casos

Apesar de toda essa preocupação, a vice-diretora geral da Organização Mundial da Saúde. Marie-Paule Kieny afirmou segunda-feira (25) que a epidemia de Zika vírus está em uma fase de queda no Brasil, assim como na Colômbia e no Cabo Verde. Para a Organização, a queda se deve provavelmente ao fim do verão no hemisfério sul do planeta.
O mesmo foi indicado pelo Ministério da Saúde brasileiro. Claudio Maierovitch, diretor do Departamento de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, apontou nesta terça-feira (26) que houve uma queda de 50% nos casos de dengue com relação a 2015. Para ele, essa redução provavelmente se reflete na incidência de Zika vírus e febre chikungunya, que não estavam sendo reportadas em 2015.

Uniformes novos da Coreia do Sul para Olimpíadas - Foto: Divulgação / KOC
Coreia do Sul desenvolve uniformes anti-Zika vírus
Com informações da ESPN.