Guardiões da Saúde - Aplicativo monitora saúde e previne surtos

Guardiões da Saúde - Aplicativo monitora saúde e previne surtos

Guardiões da Saúde - Aplicativo monitora saúde e previne surtos

Em parceria com em parceria com as Secretarias de Saúde das sedes dos Jogos Olímpicos e outras instituições nacionais e internacionais, o Ministério da Saúdelançou o aplicativo Guardiões da Saúdegratuito e para utilização em dispositivos móveis e navegadores de Internet. O objetivo é estimular a participação da sociedade no monitoramento de eventos em saúde. Trata-se de um projeto inovador no Sistema Único de Saúde (SUS), denominado Vigilância Participativa, que também tem como meta acompanhar orientações sobre saúde e verificar serviços mais próximos, colaborando na vigilância e provendo informações para os usuários.

A ideia é coletar dados sobre a saúde dos brasileiros em várias partes do território nacional e a iniciativa reúne os esforços da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, da Organização Não Governamental Skoll Global Threats Fund e da startup Epitrack, a fim de aprimorar a detecção de doenças no SUS.


Colaboração


Com o aplicativo, a população poderá colaborar das seguintes formas:


  • Participando ativamente das ações de vigilância em saúde e ajudando a prevenir a disseminação de doenças, como Dengue, Chikungunya e Zika, dentre outras.

  • Acessando informações úteis, como telefones, endereços eletrônicos de serviços públicos de saúde e de urgência. É possível acessar os contatos de serviços públicos úteis sem precisar alterar sua agenda de telefones.

  • Acessando facilmente informações sobre cuidados de saúde e prevenção de doenças.

  • Localizando Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), além de farmáciaspróximas (20 km) no Google Maps, sem necessidade de abrir outro aplicativo.

Participação


Qualquer cidadão, a partir dos 13 anos de idade, poderá participar, bastando baixar o aplicativo para o celular acessando Play Store e Apple Store e também o site. No cadastro, não há registro nominal e a privacidade do e-mail está garantida. Importante destacar que não haverá nenhum contato do sistema de saúde, em decorrência da participação, e a comunicação da condição de saúde não significa a realização de uma consulta médica.

Aperfeiçoamento


vigilância epidemiológica em saúde é uma área fundamental da saúde pública de qualquer país, prevenindo riscos, danos e sequelas em diversas situações que envolvem o bem-estar da população. Consultor da Skoll Global Threats Fund, empresa que colaborou no desenvolvimento da plataforma, Marlo Libel explica que o software é o aperfeiçoamento de uma tecnologia já testada durante a Copa do Mundo. O programa foi projetado para ser um canal complementar de informação de saúde e de serviços aos usuários, permitindo a participação de todos.

O Ministério da Saúde se interessou na possibilidade de ampliar a identificação de surtos de doenças transmissíveis de maneira mais rápida. Para isso, antes da Copa do Mundo de 2014, desenvolvemos um aplicativo chamado Saúde na Copa. Durante a competição tivemos dez mil downloads do aplicativo e cinco mil pessoas usando mais de duas vezes.Foram identificados vários conglomerados de doenças, nenhuma com gravidade - declarou.

Segundo ele, o Guardiões da Saúde será utilizado na rotina dos serviços de vigilância por meio da vigilância participativa“O objetivo é conseguir identificar os surtos da forma mais rápida possívelMesmo que as pessoas não procurem o serviço de saúde, nós conseguiremos informações suficientes para detectar e fazer com que o serviço de saúde possa se antecipar a esses surtos”, enfatizou.

Mão dupla


Além da sociedade disponibilizar os dadosreceberá em troca uma série de informações sobre como se proteger de doenças que acontecem no local onde se encontra. Através do georreferenciamento, saberá onde se encontram as Unidades de Pronto Atendimento 24 horas e as farmácias mais próximas. Além disso, terá acesso a todos os telefones de emergência para ligação direta a partir do aplicativo. Todas estas informações estarão ao alcance dos brasileiros e dos estrangeiros que estiverem no País durante a realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

Nova versão



Está previsto o lançamento de uma versão atualizada do Guardiões da Saúde com mais recursos, inclusive tradução para sete línguas. Com a “invasão” de estrangeiros durante as competições, a tecnologia terá importância fundamental para identificar, caso ocorra, um novo problema de saúde.