ADOLESCENTE EM TRATAMENTO DO CÂNCER GANHAM FESTA DE 15 ANOS

ADOLESCENTE EM TRATAMENTO DO CÂNCER GANHAM FESTA DE 15 ANOS

Muitas meninas nutrem  o sonho com o dia em que celebrarão os 15 anos,   data  cheia de significado para uma adolescente. Agora, imagine   manter a chama desse sonho acesa quando se está em uma batalha  contra uma doença como o câncer. Como a fada madrinha do conto da Cinderela, a  Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias (Abrace) realizou, ontem, o sonho de dez moças assistidas pela instituição.
O evento   contou com toda pompa e requinte das festas tradicionais:  decoração exclusiva, valsa com pais e com fuzileiros navais, doces refinados, bufê, DJ e grupo de animadores. Tudo patrocinado pela solidariedade de empresários  da capital federal que, pelo quinto ano consecutivo, tornaram o projeto Um Sonho de 15 anos possível.
Terapia
“A Abrace não arcou com nenhum centavo dessa festa.  Tudo é fruto da boa vontade de quem acredita no projeto”, afirma a presidente da Abrace, Ilda Peliz. Segundo ela, esse dia  funciona como uma terapia. Um resgate da autoestima das debutantes. “É uma alegria muito grande para elas e para nós, que nos emocionamos junto. Algo que dá ânimo para nós e, principalmente, para que elas continuem  as suas batalhas pessoais”, considera Ilda.
Dia de princesa
Giovana de Souza só vai completar 15 anos em agosto, mas diz ter adorado antecipar as comemorações. “É uma oportunidade única para quem, como nós, não teria nunca a condição de ter um dia e uma festa como essa”, garante a jovem, que começou o domingo participando de ensaios fotográficos e dia de beleza no salão Ricardo Maia, com direito a produção de cabelo e maquiagem para a noite.
“Para a gente, é uma celebração também por ela ter passado por esse processo doloroso e difícil do tratamento e ter vencido”, completa a atendente Gasparina Carmo de Souza, mãe de Giovana, que há poucas semanas ainda fazia as últimas sessões de quimioterapia. “Eu estou tão nervosa e emocionada quanto ela. Os pais sempre se realizam nos sonhos dos filhos”, finaliza Gasparina.