Aluna é punida na escola por ter raspado a cabeça para ajudar campanha contra o câncer

 Menina de 12 anos arrecadou 1 mil libras (R$ 3,6 mil) com venda do cabelo
Foto: Reprodução
Uma jovem de 12 anos acompanhou a luta bem sucedida da avó contra um câncer, durante nove anos. E, como forma de homenageá-la, decidiu raspar a cabeça, vender o cabelo e doar o dinheiro arrecadado, cerca de 1 mil libras (R$ 3,6 mil), para uma campanha de combate ao câncer de mama.
Mas, o que deveria ser motivo de elogios, acabou sendo reprimido pela escola onde a menina estuda, no condado de Hampshire, na Inglaterra. O colégio aplicou dois dias de isolamento, no qual ela fica na escola sem poder ter contato com os colegas e ainda teve as saídas para os intervalos controladas.
Em uma tentativa de justificação, a escola explicou que os alunos receberam, antes das férias, uma circular alertando sobre a necessidade de manter um padrão visual do cabelo. E que ofereceu para a Charlotte a opção de assistir às aulas com a cabeça coberta por um lenço, mas os pais recusaram a sugestão.
No entanto, a menina soube ter jogo de cintura e deu a volta por cima. Ela usou os dias de suspensão para preparar um seminário aos colegas sobre a campanha de arrecadação de fundos para o programa de combate ao câncer de mama.
A escola explicou que os alunos receberam antes das férias uma circular alertando sobre a necessidade de manter um padrão visual do cabelo. Os pais da menina disseram que ela usou dias de suspensão para preparar um seminário aos colegas sobre a campanha de arrecadação
Com informações do G1.com